domingo, 7 de dezembro de 2008

Quando eu era pequenina,
Na casa da vovó se fazia,
Todos os anos, em harmonia,
O Natal para toda a família.

Em redor da mesa, lugares marcados,
Bandejas perfumadas, bem arrumadas,
Davam água na boca da criançada
Que só podia olhar, comer mais além.

Um dia doloroso em nossa vida
Avós, tios, passaram de nós,
A mesa vazia, de dia chovia.

Mas hoje promessas do Rei da Vida,
Me fazem sentir alegria real
Na mesa posta e, no meu coração, o Natal!

Nenhum comentário: