sábado, 27 de junho de 2009




Falava apressado.
A língua descansava entre os dentes,
Como o som saía
Assim escrevia.
ERRADO!
Nas séries pra frente
Ainda primário
Afastada eu era.
ISOLADA!
Até aprender
E certo escrever
Ali todo dia eu ficava.
PAUSA
Ainda eu erro
Não só na escrita,
Jesus pra sempre me abraça.

Nenhum comentário: